+ infoAcontecer
Fátima
Fiéis de 15 países conhecem obra humanitária de portuguesa
Texto Juliana Batista | 26/04/2018 | 11:01
As celebrações de ação de graças pelo reconhecimento das virtudes heroicas de Luiza Andaluz decorreram em Fátima. Um desses momentos contou com a presença de peregrinos provenientes de 15 Estados

É através de exemplos de vida como o de Luiza Andaluz que Deus «se faz chegar às pessoas», tornando a humanidade melhor, realçou José Traquina, bispo na diocese de Santarém, ao recordar a vida e obra daquela portuguesa, que dedicou a sua vida aos «mais desprotegidos e pobres» desde muito jovem, num período em que tal como o atual, se verifica que são as «dificuldades sociais e políticas que estimulam mais a necessidade de se fazer o bem».

 

O prelado aproveitou a sua intervenção na Basílica da Santíssima Trindade, no decorrer da Eucaristia da última quarta-feira, 25 de abril, para destacar o trabalho empreendido pela congregação das Servas de Nossa Senhora de Fátima, fundada por Luiza Andaluz, e que atualmente desenvolve o seu trabalho na Europa, África e América, em centros paroquiais, jardins de infância, lares assistenciais, hospitais, escolas públicas e também no Santuário de Fátima.

 

A celebração eucarística iniciou com a leitura do decreto de reconhecimento das virtudes heroicas da venerável Luiza Andaluz, aprovado pelo Papa Francisco a 19 de dezembro de 2017. A Missa foi apenas a parte de um dia que visou festejar as virtudes heróicas desta portuguesa. Das comemorações também fez parte um momento cultural conduzido por Óscar Daniel, locutor da Rádio Renascença. A iniciativa juntou «mais de 2000» peregrinos ligados a esta congregação, informam os serviços de comunicação do Santuário de Fátima.

 

Além  dos fiéis pertencentes à «família Andaluz», fizeram-se anunciar junto do Departamento de Acolhimento de Peregrinos do Santuário de Fátima 56 grupos, provenientes da Alemanha, Polónia, Espanha, Estados Unidos da América, Filipinas, Nigéria, Coreia do Sul, Porto Rico, Colômbia, Equador, Eslováquia, Itália, Brasil, França e Sri Lanka, e que também estiveram presentes na Eucarista de reconhecimentos pela vida e obra da venerável portuguesa.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.