+ infoAcontecer
Portugal
«Hackathon»
Maratona de programação procura soluções para problemas sociais
Texto Juliana Batista | Foto DR | 15/04/2018 | 15:49
Evento de 48 horas na cidade invicta visa angariar soluções tecnológicas que possam contribuir para atenuar ou solucionar os problemas enfrentados por refugiados, jovens e idosos
imagem

Programadores, gestores, engenheiros, criativos, designers ou outros profissionais das novas tecnologias são convidados a participar numa maratona de programação, dias 5 e 6 de maio, período durante o qual deverão apresentar uma app, um jogo, um caminho na Web, um dispositivo ou aquilo que considerarem a melhor solução que contribua para a integração de refugiados e migrantes ou para o bem-estar de idosos ou de jovens.

 

Esta maratona é identificada com o nome «Hackathon», e depois da cidade de Lisboa, ruma ao norte do país, tendo desta vez lugar no Porto, durante um período de 48 horas, «que se perspetivam de trabalho árduo e muito divertimento», conforme se pode ler num comunicado da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), promotora da iniciativa.

 

Os profissionais que desejarem continuar a desenvolver as suas ideias para além desta maratona, «terão acompanhamento e apoio», através de um `bootcamp´ desenvolvido para esse efeito. Após este percurso, os autores daqueles que forem considerados os melhores projetos serão convidados a apresentar as suas ideias na Web Summit, no início de novembro. A par desta iniciativa, a organização encontra-se já a percorrer o país em busca «das melhores ideias». As candidaturas decorrem até 25 de abril.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.