+ infoAcontecer
Portugal
Ambiente
Efeitos da poluição em exposição permanente em Cascais
Texto J.B. | Foto Bordalo II / natgeo.pt | 13/04/2018 | 12:17
Uma instalação artística de Bordalo II dedicada à poluição dos oceanos, está agora em exposição permanente no Museu do Mar
imagem

Depois de ter estado exposta na Praia de Carcavelos, em Cascais, uma peça de Bordalo II sobre o lixo oceânico, ganha um novo lar localizado na mesma cidade: os jardins do Museu do Mar. A instalação artística assemelha-se com a forma de um planeta, tem cerca de quatro metros de largura e foi construída com recurso a cerca de 300 quilos de plásticos e lixo recolhidos pelo artista e por pescadores, ao longo de três dias, nas praias de Cascais.

 

A peça é inspirada na série documental «One Strange Rock», exibida no canal da National Geographic, e foi elaborada a partir do mote: «O nosso planeta é raro demais para não cuidarmos dele, para deixar que se torne lixo». A exposição da obra resulta de uma ação conjunta entre a Câmara Municipal de Cascais e a National Geographic, e visa alertar a população para a importância da proteção dos oceano e do planeta terra.

 

«Pretendo sensibilizar para o cuidado e atenção ao nosso planeta, que não tem estado em boas mãos nas últimas décadas, porque mudar este cenário depende de cada um de nós. Para que um dia não seja preciso ter de ver o `One Strange Rock´ para relembrar tudo aquilo que já destruímos», refere o artista Bordalo II, em comunicado. Com o nome «Terra – Uma rocha estranha», a instalação artística está no seu novo lar desde o início desta semana, onde ficará em exposição permanente.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.