+ infoAcontecer
Mundo
Latino-americanos têm pouca confiança nos governos
Foto Lusa | 10/04/2018 | 10:17
Investigação conduzida por equipa de especialistas da ONU conclui que a maioria dos cidadãos da América Latina e Caraíbas considera que a corrupção está disseminada pelos principais órgãos decisores dos seus países
imagem
Três em cada quatro latino-americanos têm pouca ou nenhuma confiança nos seus governos e acredita que a corrupção está disseminada na administração pública, revela uma pesquisa divulgada esta terça-feira, 10 de abril, pela Comissão Económica das Nações Unidas para a América Latina e Caraíbas (CEPAL).

Os dados recolhidos pelos investigadores indicam que apenas 41 por cento da população está satisfeita com a qualidade dos serviços de saúde e 51 por cento aprovam o sistema de educação, fatores que «contribuem para a falta de vontade em pagar impostos», por serem considerados «injustificáveis».

Depois de cinco anos em desaceleração económica, a região está «no caminho de uma frágil recuperação», com um crescimento do PIB na ordem dos dois por cento, mas o enfraquecimento da economia já teve impacto no padrão de vida da população: 23 por cento das pessoas ainda vivem abaixo da linha de pobreza, refere o estudo.

Para contornar a situação, a CEPAL recomenda aos países da região que «repensem as suas instituições e construam uma nova conexão entre Estado e cidadãos», investindo, por exemplo, em infraestruturas, tecnologia e inovação e elevando a produtividade.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.