+ infoAcontecer
Mundo
Mais 3.000 milhões de euros para refugiados na Turquia
Texto F.P. | Foto Lusa | 14/03/2018 | 16:22
Comissão Europeia vai desbloquear uma nova tranche para assistência aos refugiados sírios. Dois terços da verba serão suportados pelos 28 países do bloco comunitário
imagem
A Comissão Europeia anunciou esta quarta-feira, 14 de março, ter iniciado o processo para desbloquear uma nova tranche de ajuda de 3.000 milhões de euros para os refugiados sírios na Turquia, no âmbito do acordo firmado com o governo turco para travar a chegada de migrantes a solo europeu.

«As chegadas irregulares e perigosas mantêm-se 97 por cento abaixo» do período anterior à assinatura do pacto, segundo um comunicado do executivo comunitário, que declara a ativação «da segunda tranche de 3.000 milhões de euros» de ajuda para os refugiados.

Em plena crise migratória nas costas gregas, a União Euopeia e a Turquia firmaram um acordo, em março de 2016, em que Ankara se comprometeu a acolher no seu território os refugiados sírios que fogem da guerra no seu país, em troca de contrapartidas europeias.

Segundo o comissário europeu das Migrações, Dimitris Avramopoulos, cerca de 1.000 milhões de euros da nova tranche devem sair do orçamento comum europeu, enquanto a restante verba terá que ser suportada pelos países do bloco. E apesar das críticas recorrentes de Ankara em relação à alegada lentidão dos europeus em desbloquear os fundos, Avramopoulos assegurou que as verbas da primeira tranche (3.000 mil milhões de euros) foram todas adjudicadas.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.