+ infoAcontecer
Mundo
Acampamento de refugiados rohingya já é o maior do mundo
Texto F.P. | 14/02/2018 | 10:19
Nações Unidas fizeram um apelo urgente à comunidade internacional para evitar uma catástrofe no campo de refugiados de Cox´s Bazar, no Bangladesh, com a chegada do período das monções
A área de Kutupalong, em Cox´Bazar, no Bangladesh, converteu-se no maior acampamento de refugiados do mundo, segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), que alertou para o perigo iminente que enfrentam os refugiados rohingya com a proximidade do período de monções.

«A temporada de monções começa em março. Estimamos que 107 mil refugiados vivem em zonas propensas a inundações ou deslizamentos de terras. Dezenas de milhares de refugiados vulneráveis necessitam de ser recolocados urgentemente já que as suas vidas estão em perigo», assinalou o líder do ACNUR, Filippo Grandi.

O responsável destacou o esforço do governo e da população do Bangladesh no apoio aos refugiados procedentes de Myanmar, mas lembrou também que muitos dos deslocados continuam a enfrentar condições precárias, sobretudo por causa das doenças, como a difteria.

«Serão necessários o envolvimento político internacional e os conhecimentos técnicos e recursos financeiros nos dois lados da fronteira para abordar as atividades humanitárias e de desenvolvimento», afirmou Fillipo Grandi.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.