+ infoAcontecer
Mundo
Angelina Jolie debate violência de género com militares
Texto F.P. | Foto Gage Skidmore | 31/01/2018 | 12:06
Atriz reúne-se com responsáveis da Aliança Atlântica para abordar a situação das mulheres em zonas de conflitos armados e definir medidas de proteção para os civis
imagem
A enviada especial do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), Angelina Jolie, desloca-se à sede da Aliança Atlântica (NATO), esta quarta-feira, 31 de janeiro, para discutir com os aliados os problemas da violência de género e da proteção de civis em zonas de conflito, e como se podem conjugar esforços para combater estas dificuldades.

No encontro, que contará com a presença dos representantes dos 29 países aliados, a atriz abordará sobretudo a proteção dos civis e a prevenção da violência sexual e de género em situações de conflito, incluindo os esforços da NATO para incluir esta perspetiva nos seus procedimentos operacionais e na formação dos militares.

Angelina Jolie irá inteirar-se também do trabalho concreto dos assessores da Aliança Atlântica em matéria de género no Kosovo e no Afeganistão, e reunir-se com a «número dois» da NATO, Rose Gottemoeller, e com a representante especial da organização para as Mulheres, Paz e Segurança, Clare Hutchinson.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.