+ infoAcontecer
Fátima
Encontro de reitores
«Visita aos santuários devia ser convite ao silêncio»
Texto Juliana Batista | Foto Ana Paula | 09/01/2018 | 12:19
Perante outros responsáveis por santuários portugueses, o reitor do Santuário de Fátima destacou a importância de «cuidar do lugar para a oração», para que esta possa ser valorizada
imagem

Vinte reitores de santuários de Portugal estão em Fátima a participar no 11.º Encontro de Reitores dos Santuários, que termina esta terça-feira, 9 de janeiro. Perante os participantes, Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor do Santuário de Fátima, chamou a atenção para a importância de zelar pelos locais destinados à oração. «Podemos rezar em toda a parte e em qualquer lugar, porém, é importante cuidar do lugar para a oração, se a quisermos realmente valorizar», demonstrou o sacerdote, que lamenta os comportamentos desadequados aos locais de oração.

 

«Vivemos num mundo acelerado e ruidoso. Vivemos tão envolvidos em ruídos, que quase já nem sabermos viver sem alguém a dizer não importa o quê, sem um rádio a tocar, ou sem uma televisão ligada. A visita aos santuários deveria ser um convite ao silêncio, porque não há oração onde não há silêncio. E aqui reside uma das nossas maiores dificuldades, hoje. Tem-se vindo a perder a capacidade de fazer silêncio e já se perdeu a perceção dos espaços sagrados e das atitudes a assumir em tais lugares», disse, citado pelos serviços de comunicação do Santuário de Fátima.

 

Contudo, Carlos Cabecinhas considera que é possível presenciar no dia-a-dia do Santuário de Fátima, e também nas grandes peregrinações, a existência do «silêncio», o que faz daquele local de culto «um lugar especial». O Encontro de Reitores dos Santuários iniciou na tarde da última segunda-feira, 8. A iniciativa é promovida pelos membros da Associação dos Reitores dos Santuários de Portugal (ARSP), e está a decorrer na Casa de Retiros de Nossa Senhora do Carmo, no Santuário de Fátima.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.