+ infoAcontecer
Mundo
Mundo digital deixa crianças mais expostas ao risco
Texto F.P. | Foto DR | 11/12/2017 | 12:23
Agência das Nações Unidas alerta para os perigos que constituem as redes digitais fechadas, onde é possível que os casos de exploração, tráfico e abuso sexual de menores sejam «feitos por encomenda»
imagem
A presença cada vez maior de aparelhos móveis na vida dos menores torna o acesso online menos controlado e, potencialmente, mais perigoso, e está a deixar milhares de crianças expostas as novos riscos, que podem ser aproveitados pelos utilizadores das redes fechadas, como a conhecida DarkNet, para casos de exploração, tráfico e abuso sexual.

Num estudo divulgado esta segunda-feira, 11 de dezembro, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) alerta que os governos e o setor privado não têm acompanhado o ritmo das mudanças da internet para proteger os menores dos perigos online e aumentar o acesso a conteúdos seguros.

«O maior desafio num mundo digital é mitigar os riscos e simultaneamente maximizar os benefícios da internet», uma vez que quer «para o melhor e para o pior, a tecnologia digital é um fato irreversível» no dia a dia das crianças, afirmou o diretor-executivo da organização, Anthony Lake.

Segundo o UNICEF, a nível mundial, os jovens representam a faixa etária com mais acesso à rede, representando 71 por cento dos atuais 7,6 mil milhões de habitantes do planeta. Os jovens africanos são os menos ligados à rede global – três em cada cinco não têm acesso ao mundo digital – enquanto na Europa apenas um em cada 25 jovens não está ligado à rede.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.