+ infoAcontecer
Mundo
Investigados crimes contra migrantes na Líbia
Texto F.P. | Foto Lusa | 12/11/2017 | 11:30
Tribunal Penal Internacional está a analisar várias queixas de alegados crimes contra migrantes, ocorridos em território líbio. Muitas pessoas em trânsito para a Europa estão detidas em centros sem condições
imagem
A procuradora-chefe do Tribunal Penal Internacional (TPI), Fatou Bensouda, informou esta semana o Conselho de Segurança da ONU que o seu gabinete está a analisar várias suspeitas de crimes contra migrantes na Líbia, e que, a confirmarem-se os factos descritos nas denúncias, estes crimes podem cair na jurisdição do TPI.

A situação de segurança na Líbia permanece uma «grande preocupação», sobretudo pelos alegados «crimes graves» cometidos contra migrantes vulneráveis que estão em trânsito na Líbia para tentar chegar à Europa pelo mar. Muitos continuam mantidos em centros de detenção irregulares ou morrem no deserto, adiantou a responsável.

Bensouda alertou ainda para a proliferação de grupos armados; a contínua, embora atenuada, atividade do grupo Estado Islâmico (EI); a crise humanitária causada pelo fato de a Líbia ser local de trânsito para centenas de milhares de migrantes; e a atual luta por poder político em muitas partes do país. Recorde-se que desde a queda do líder líbio Muammar Kaddafi, em 2011, o país tem sido palco da violência entre fações armadas.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.