+ infoAcontecer
Mundo
Inverno põe em risco milhares de pessoas na Ucrânia
Texto F.P. | Foto Lusa | 11/11/2017 | 07:02
Os confrontos na região de Donetsk estão a destruir infraestruturas básicas e a causar graves problemas humanitários nas populações mais vulneráveis, em particular nas crianças e nos idosos
imagem
A agência de Assuntos Humanitários das Nações Unidas teme pela saúde de mais de um milhão de ucranianos que vivem na região de Donetsk, devido à ocorrência de novos confrontos, à chegada do inverno, dos possíveis cortes no abastecimento de água e na falta de aquecimento nas habitações.

Nos últimos dias duas estações de tratamento de água foram bombardeadas, junto à linha de contacto entre a zona independentista e o resto do país, e além do risco da falta de acesso a água potável, teme-se uma possível fuga de cloro das estações atingidas, segundo o coordenador humanitário da ONU na Ucrânia, Neal Walker.

O conflito em Donbass, que dura há quatro anos, tem graves repercussões humanitárias nas populações mais vulneráveis, em particular nas crianças e pessoas idosas. As necessidades aumentam no inverno, quando as temperaturas podem atingir os 20 graus negativos. A agência da ONU estima que quatro milhões de pessoas carecem de ajuda na região.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.