+ infoAcontecer
Fátima
Imagem de Nossa Senhora atraiu milhares na Coreia do Sul
Texto Juliana Batista | Foto Santuário de Fátima | 06/11/2017 | 17:31
«Cerca de 55.500 peregrinos» da Coreia do Sul acompanharam a imagem peregrina de Nossa Senhora Fátima, durante a sua permanência no país. Em Angola, uma iniciativa idêntica levou à realização de uma procissão das velas
imagem

Uma das imagens peregrinas de Nossa Senhora do Rosário de Fátima esteve dois meses na Coreia do Sul, por iniciativa do Apostolado Mundial de Fátima e da Igreja Católica local. A presença da imagem foi uma ocasião para a realização de uma novena pela paz no país, que se concretizou de 22 a 30 de agosto, no Santuário da Paz de Fátima, próximo da fronteira entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul. Depois deste período, a imagem percorreu mais 13 dioceses.

 

A visita terminou a 13 de outubro, data em que foi celebrada uma Eucaristia no ginásio `Gangseo´, em Busan, com a presença de «cerca de 7.000 pessoas, representantes de todas as dioceses do país», informam os serviços de comunicação do Santuário de Fátima. A missa foi presidida por Sam Seok, bispo auxiliar de Busan. Estima-se que entre os dias 22 de agosto e 13 de outubro, «cerca de 55.500 peregrinos tenham acompanhado a imagem».

 

No dia em que a visita de uma das imagens peregrinas de Nossa Senhora de Fátima terminou na Coreia do Sul, igual iniciativa começou em Luanda, Angola, por vontade dos frades Capuchinhos. A ação mobilizou «toda a igreja local e até alguns fiéis dos países vizinhos como a Namíbia».

 

De acordo com o porta-voz da congregação, durante a visita da imagem «cerca de 20 mil pessoas celebraram o sacramento da reconciliação e um dos pontos altos de todas as celebrações foi a procissão das velas, realizada no dia 21 de outubro pelas principais artérias de Luanda», num trajeto que demorou mais de cinco horas. Ambas as imagens já se encontram de ao Santuário de Fátima. Atualmente existem 13 imagens peregrinas de Nossa Senhora de Fátima.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.