+ infoAcontecer
A Missão Conta
Consolata tem um novo sacerdote em Moçambique
Texto Diamantino Antunes | Foto Gabriel Casadei | 31/10/2017 | 10:20
imagem: 1 2
Bispo de Inhambane aproveitou a Eucaristia para falar sobre o sacerdócio e a importância dos presbíteros enquanto mediadores entre Deus e o seu povo
imagem
Decorreu no domingo, 29 de outubro, na paróquia de São José de Mapinhane, diocese de Inhambane, a ordenação sacerdotal do diácono Romão João Majone, missionário da Consolata. Foi um acontecimento religioso e festivo que mobilizou as comunidades cristãs da paróquia de Mapinhane e da paróquia de Vilanculos, que muito colaboraram na organização e dinamização da liturgia e do acolhimento. A celebração decorreu a céu aberto e foi muito participada.

O Romão Majone entrou na Ordem dos Presbíteros pela imposição das mãos e pela oração do bispo de Inhambane, Adriano Langa, que presidiu à celebração eucarística. Concelebraram um bom grupo de missionários da Consolata de Inhambane e de Maputo e alguns sacerdotes diocesanos. Na homilia, o bispo de Inhambane fez uma catequese muito concreta sobre o sacerdócio e sobre a importância dos presbíteros enquanto mediadores entre Deus e o seu povo. Chamou atenção aos presentes para a importância de respeitarem, valorizarem e apoiarem os seus sacerdotes.

O padre Romão é natural de Mapinhane, no distrito de Vilankulo, onde nasceu a 24 de abril de 1984. Entrou no Seminário Propedêutico dos Missionários da Consolata, em Nampula, em 2005. De 2008 a 2010, frequentou o Seminário de Santo Agostinho de Matola-Maputo onde realizou o curso de Filosofia. Em 2011 fez o ano de noviciado e emitiu a profissão religiosa no dia 26 de dezembro desse ano. Terminou a sua formação sacerdotal no Seminário Teológico da Consolata em Nairobi (Quénia) no ano 2015. Em fevereiro de 2016 foi enviado para Kampala (Uganda) para realizar o ano de serviço missionário. Em 18 de fevereiro de 2017 foi ordenado diácono, em Nairobi.

No final da celebração, em ação de graças, o novo sacerdote dançou de alegria com a sua mãe e avó e empolgou a assembleia de muitos fiéis que se juntaram para assistir à ordenação. Seguiu-se o almoço e um momento de confraternização. A Missão de São José de Mapinhane, do norte da diocese de Inhambane, foi fundada pelos Missionários da Consolata, em 1947.
Com esta ordenação sacerdotal, o número de sacerdotes missionários da Consolata naturais de Moçambique sobe para 13.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.