+ infoAcontecer
Mundo
Bispos dos EUA criam organismo contra o racismo
Texto J.B. | Foto DR | 25/08/2017 | 15:04
O comité é uma resposta à «onda de tensão racial» que tem invadido o país
imagem

A Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos da América vai criar um comité especial para o racismo, dentro da sociedade norte-americana e da Igreja Católica no país. Caberá a George Murry, bispo de Youngstown, liderar o organismo.

 

«Esta decisão surge na sequência da onda de tensão racial que invadiu os EUA nos últimos meses, e que teve como expressão máxima uma marcha de defensores da supremacia branca, que resultou em violência e morte, na região de Charlottesville, no Estado da Virgínia», informa a Rádio Vaticano.

 

Na altura, a Igreja Católica dos EUA condenou «os atos abjetos de ódio» presentes naquela marcha, que representou «um ataque à unidade do país». «O racismo, a supremacia branca, o neonazismo e outros males semelhantes ergueram a sua voz em atos de uma violência deplorável. E queremos erguer a nossa voz contra eles», disse Daniel DiNardo, presidente da Conferência dos Bispos Católicos dos EUA.

notícias relacionadas
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.