+ infoAcontecer
Mundo
África
Distribuições urgentes de comida para vítimas da guerra
Texto J.B. | Foto DR | 20/08/2017 | 07:03
Congoleses tiveram de fugir das suas casas devido à violência e agora enfrentam a fome e a falta de abrigo
imagem

Estão a realizar-se distribuições urgentes de comida na República Democrática do Congo (RDC), que deverão chegar a cerca de 42 mil pessoas que vivem com fome no país, depois de terem fugido das suas aldeias devido à violência. Os que não se mantêm no país fugiram para Angola, o país vizinho.

 

A operação de assistência a esta população está a ser realizada por responsáveis do Programa Mundial de Alimentação (PMA) e os seus parceiros, como a instituição `World Vision´. O público-alvo são os «mais vulneráveis entre os mais vulneráveis», disse Claude Jibidar, representante do PMA na RDC, citado pela Rádio ONU.

 

Para dar resposta às necessidades das pessoas deslocadas em áreas de difícil acesso, os responsáveis pelo Serviço Aéreo Humanitário das Nações Unidas aumentaram o seu apoio, disponibilizando permanentemente uma aeronave em Kanaga (Kassai Central). O aparelho faz três voos semanais a Tshikapa, no Kassai, região onde o conflito eclodiu em agosto do ano passado.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.