+ infoAcontecer
Portugal
Misericórdias recuperam imóveis destruídos pelo fogo
Texto F.P. | 11/08/2017 | 15:29
Das 61 habitações danificadas pelos incêndios na região centro, cuja recuperação foi atribuída à União das Misericórdias em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, quatro já foram restauradas
A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) anunciou esta sexta-feira, 11 de agosto, que já iniciou a recuperação das casas de primeira habitação afetadas pelos incêndios que deflagraram na região centro, em junho, tendo concluído as obras em quatro imóveis.

«Das 61 habitações que foram atribuídas à parceria UMP/Fundação Calouste Gulbenkian, em articulação com o Fundo Revita, autarquias e outros parceiros, quatro já foram recuperadas. O processo de atribuição ainda está em curso, pelo que o número de imóveis a recuperar poderá aumentar», refere a organização em comunicado.

No documento, a UMP, esclarece ainda que angariou «cerca de 1 milhão e 800 mil euros, tendo sido grande parte deste valor proveniente do concerto solidário `Juntos por Todos´que decorreu no MEO Arena a 27 de junho, e reafirma que todos os donativos serão investidos no apoio direto às famílias afetadas pelos incêndios florestais da região centro de Portugal». Para assegurar a transparência do processo, em breve «estará disponível a plataforma digital de consulta pública de todos os donativos angariados», pode ler-se na nota.

Além do apoio à recuperação dos imóveis de habitação permanente, a UMP continua a apoiar a Administração Regional de Saúde Centro, através da mobilização de especialistas de saúde, como psicólogos, médicos e enfermeiros, para darem resposta às necessidades da população.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.