+ infoAcontecer
Mundo
«Código de conduta» para socorro aos migrantes
Texto F.P. | Foto Lusa | 03/07/2017 | 11:18
Ministros europeus pretendem regular as operações de resgate no mar Mediterrâneo, promovendo a articulação entre as várias entidades que prestam auxílio às pessoas que tentam chegar à Europa
imagem
Os ministros do Interior italiano, francês e alemão querem elaborar um «código de conduta» para as organizações não governamentais (ONG) que prestam socorro aos migrantes no mar Mediterrâneo e «reforçar o apoio» à guarda-costeira líbia, anunciaram os governantes esta segunda-feira, 3 de julho.

O objetivo é regular as operações de resgate e articular o trabalho da guarda-costeira italiana, das patrulhas fronteiriças europeias e das ONG que socorrem os imigrantes que tentam chegar à zona costeira da Europa a bordo de embarcações sem condições.

O governo italiano queixa-se de ter sido deixado só perante a crise migratória e neste encontro com os congéneres franceses e alemães aproveitou para apelar aos restantes países europeus que abram os seus portos aos barcos que socorrem migrantes para reduzir a pressão sobre Roma.

As propostas dos ministros serão submetidas à apreciação dos restantes Estados-membros no final desta semana e incluem também a sugestão de um aumento da ajuda à agência das Nações Unidas para os refugiados, para permitir a criação de mais campos de acolhimento de migrantes na Líbia.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.