+ infoAcontecer
Fátima
Centenário das Aparições
«Acredito muito em Nossa Senhora»
Texto F.P. | Foto F.P. | 12/05/2017 | 12:36
Peregrinas ocupam lugares na primeira fila do recinto de oração para estarem mais próximos do altar e do Papa Francisco. Não escondem a emoção por terem conseguido ficar tão próximas
imagem
A mãe dizia-lhe que já nem ia conseguir um lugar no recinto do Santuário de Fátima, mas Lígia Caetano, 50 anos, natural de Vila Franca de Xira, emigrada em Angola, arriscou. Chegou esta manhã, por volta das 08.00 horas, acompanhada da irmã e de uma amiga, e conseguiu um lugar na fila da frente. “Sonhei que tinha que vir ver o papa e aqui estou. Nunca pensei conseguir este lugar”, contou, emocionada.

Devota de Nossa Senhora de Fátima, ao ponto de lhe “pedir conselhos” quando tem um problema mais difícil para resolver, Lígia está há 14 anos em Angola, onde gere um pequeno estabelecimento comercial. Sempre que vem de férias a Portugal, tem passagem obrigatória pela Cova da Iria. “Acredito muito em Nossa Senhora e, olhe, ontem estava tão emocionada por saber que vinha cá ver o papa, que parecia uma criança”.

A seu lado, Eduarda Martins, 57 anos, a amiga que veio de Faro, hesita antes de revelar a sua história de devoção. “É a segunda vez que venho a Fátima. A primeira, foi o ano passado e foi para pedir. Agora, venho agradecer”, conta a mulher, também emigrada em Angola, que o ano passado, durante as férias de Natal, recebeu a triste notícia que tinha um cancro na mama. “Já fui operada, fiz quimioterapia e, graça a Deus, a situação está controlada. Sinto-me melhor. Por isso, venho agradecer”.

As três amigas chegaram ao santuário equipadas com bancos e mochilas, recheadas de sandes e produtos alimentares, para não perderem o lugar que não esperavam conseguir. Agora, contam dormir esta noite no recinto, para não perderem a oportunidade de estarem num local privilegiado, mesmo em frente ao altar onde, amanhã, o papa Francisco vai celebrar a Eucaristia e canonizar os pastorinhos Francisco e Jacinta Marto.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.