+ infoAcontecer
Mundo
Conselho de Segurança
Diplomacia da paz é solução para Médio Oriente
Texto Miguel Marujo | Foto UN Photo/Marco Castro | 21/04/2017 | 16:42
Região marcada pela maior crise de refugiados desde a II Guerra Mundial, por sociedades fraturadas, proliferação de agentes não-estatais e um inacreditável sofrimento humano. Aumentar a diplomacia da paz pode aliviar o sofrimento de civis inocentes
imagem
«Não nos esqueçamos de que por trás das imagens de selvajaria há milhões [a lutarem] todos os dias não apenas pela sua própria sobrevivência, mas pela verdadeira essência humana das suas culturas e sociedades», disse Nickolay Mladenov, enviado das Nações Unidas para o processo de Paz no Médio Oriente, relatando a situação extrema em toda a região ao Conselho de Segurança.

«Uma tempestade perfeita envolveu nos dias de hoje o Médio Oriente e continua a ameaçar a paz e a segurança internacionais», acrescentou Nickolay Mladenov, afirmando que as divisões na região abriram as portas à intervenção e à manipulação estrangeiras, gerando instabilidade e conflitos sectários.

Mladenov observou que os desenvolvimentos no conflito israelo-árabe continuam a ressoar por toda a região e que a questão da Palestina permanece um «símbolo potente» e um «grito de guerra», que é facilmente desviado e explorado por grupos extremistas.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.