+ infoAcontecer
Mundo
Data dedicada ao recurso
Governantes devem apoiar pessoas sem água potável
Texto J.B. | Foto Lusa | 20/03/2017 | 17:47
O Conselho Mundial da Água «encoraja os governos» a «prestar auxílio às nações com maiores dificuldades» em aceder à água potável
imagem

Mais de 923 milhões de pessoas não têm acesso a água potável, das quais 319 milhões na África subsaariana, 554 milhões na Ásia e 50 milhões na América do Sul, situação que provoca a morte de 4.500 crianças por dia, indicam os membros do Conselho Mundial da Água (WWC, na sigla em inglês), um organismo que reúne mais de 300 entidades de 50 países.

Perante a celebração do Dia Mundial da Água, que será assinalado na próxima quarta-feira, 22 de março, os responsáveis do WWC pedem a todos os governos que resolvam este problema que acarreta elevados custos económicos e que está relacionado com a fome, guerras, migrações e doenças que causam 3,5 milhões de mortes por ano.

A organização «encoraja os governos e os cidadãos a aumentar a segurança hídrica nos seus países, assim como prestar auxílio às nações com maiores dificuldades, nomeadamente na África subsaariana e Ásia». Este ano, o Dia Mundial da Água é dedicado ao desperdício deste recurso. O Conselho Mundial da Água encontra-se a organizar o oitavo Fórum Mundial da Água, que vai realizar-se em março de 2018, em Brasília (Brasil), com a presença de cerca de 30 mil pessoas, informa a WWC num comunicado citado pela agência Lusa.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.