+ infoAcontecer
Mundo
Menos pedidos de asilo na União Europeia
Texto F.P. | Foto Lusa | 16/03/2017 | 15:11
A quantidade de solicitações de refúgio baixou quatro por cento em 2016. A Alemanha continua a liderar a lista de países comunitários com mais procura pelos migrantes e refugiados
imagem
Os pedidos de asilo nos países da União Europeia (UE) atingiram os 1,2 milhões o ano passado, o que significa uma quebra de quatro por cento em relação ao ano anterior, mas reprenta quase o dobro dos registados em 2014, de acordo com dados revelados esta quinta-feira, 16 de março, pelo Eurostat.

Com mais de 700 mil pedidos, a Alemanha foi o país que mais requerimentos recebeu em 2016, ou seja, mais 63 por cento do que em 2015. Seguiram-se a Itália, com 121 mil solicitações, a França, com 75 mil, e a Grécia, com 49 mil. Em termos de aumento do número de pedidos, a Croácia e a Eslovénia, foram os países que ficaram no topo da lista.

Em sentido contrário, a Suécia registou uma diminuição de requerimentos na ordem dos 86 por cento, o mesmo acontecendo na Hungria e Filândia (menos 84 por cento), na Dinamarca (menos 71 por cento), na Eslováquia (63 por cento) e Holanda (55 por cento). No conjunto dos países da UE, os sírios foram os que mais solicitações submeteram – mais de 330 mil -, seguidos pelos afegãos (182 mil) e pelos iraquianos (126 mil).
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.