+ infoAcontecer
Mundo
África
«De estômago cheio os alunos podem aprender»
Texto Juliana Batista | Foto Lusa | 12/03/2017 | 14:08
Estudantes quenianos recebem diariamente refeições quentes. A alimentação torna possível que as crianças consigam concentrar-se para poder aprender
imagem

Os responsáveis do Programa Mundial de Alimentação (PMA) e do governo queniano garantem refeições quentes 1,5 milhão de alunos todos os dias. Muitos dos estudantes beneficiados vivem em regiões áridas e semi-áridas. As refeições chegam também a meio milhão de pessoas que vivem em áreas de difícil acesso e àquelas que vivem em acampamentos informais de Nairobi, a capital.

A forma como esta iniciativa vigora no estado de Turkana mostra como é que ela funciona: os responsáveis por 113 escolas primárias têm acesso aos fundos do PMA e do governo para comprar os alimentos na região, promovendo assim a economia e a agricultura local.

Os membros do Programa Mundial de Alimentação recordam que as refeições fornecidas aos alunos «protegem as crianças da fome e oferecem nutrientes essenciais para o desenvolvimento físico e mental». «De estômago cheio, os alunos podem concentrar-se em aprender», dizem, citados pela Rádio ONU.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.