+ infoAcontecer
A Missão Conta
Moçambique
Centro Catequético atingido por ciclone
Texto Diamantino Antunes | Foto Diamantino Antunes | 16/02/2017 | 16:25
O ciclone tropical Dineo, com ventos acima dos 120 quilómetros por hora, atingiu o Centro Catequético do Guiúa e a paróquia de Santa Isabel, na diocese de Inhambane
imagem
Foram momentos complicados os que se viveram na madrugada desta quinta-feira, 16 de fevereiro, na província de Inhambane, em Moçambique, por causa do ciclone Dineo. Os ventos fortes deixaram um rasto de destruição em toda a região, em particular no Centro Catequético e na paróquia de Santa Isabel de Guiúa.

A intempérie arrancou árvores e deixou sem telhados várias habitações. No Centro Catequético também alguns edifícios ficaram sem telhado e, apesar da resistência das paredes, houve danos em estruturas sociais de uso comunitário. Os telhados da escola primária, algumas casas dos catequistas, as coberturas em chapas de zinco na zona dos armazéns e a linha de distribuição da energia que percorre as ruas do centro, foram destruídos. Nas comunidades cristãs da paróquia, o vento levou os telhados de diversas capelas e escolinhas.

O Centro Catequético está sem energia. Além das famílias de catequistas em formação, no centro estava a decorrer um curso de formação para 60 catequistas das paróquias da diocese de Inhambane, com duração de 15 dias. A ação teve que ser interrompida, por falta de condições. Os catequistas regressaram às suas terras também preocupados com o estado das suas casas depois da passagem do ciclone.

Os trabalhos de inventariação dos estragos no Centro do Guiúa já começaram, bem como o planeamento das atividades de reparação. Ao muito trabalho que já têm habitualmente os missionários da Consolata, padres Sandro Faedi e Gabriel Casadei, junta-se a responsabilidade de efetuar o trabalho de recuperação dos edifícios danificados.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.