+ infoAcontecer
Mundo
Migrações
Acordo entre Europa e Turquia pode estar em risco
Texto Francisco Pedro | Foto Lusa | 05/08/2016 | 10:28
Políticos e especialistas preocupados com o futuro do acordo para gestão do fluxo migratório, depois da tentativa de golpe de Estado no país liderado por Erdogan. E temem que os migrantes voltem a chegar em massa às costas gregas
imagem
O acordo entre a União Europeia e a Turquia sobre migração, muito contestado pelas organizações de defesa dos direitos humanos, pode estar em risco, mas devido aos efeitos da tentativa de golpe de Estado no país liderado por Recep Erdogan. «Estamos a seguir a situação e logicamente que estamos preocupados», admitiu recentemente o ministro grego de Política Migratória, Yannis Mouzalas.

As relações da Europa comunitária com a Turquia já estavam tensas nos últimos meses e agudizaram-se ainda mais depois da tentativa de derrube do governo, e da purga que o executivo turco aplicou como represália. Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, já admitiu que o risco de um fracasso do acordo é «elevado».

Atualmente, Bruxelas considera que os turcos oferecem proteção suficiente e que este aspeto do acordo não levanta dúvidas, ao contrário do que defendem os responsáveis de várias organizações que pediram, inclusive, a anulação do documento ao Provedor de Justiça europeu.

Mas para Yves Pascouau, diretor de Políticas de Migração e Mobilidade no Centro de Política Europeia, a principal ameaça ao pacto pode ser a supressão dos vistos para os cidadãos turcos que querem entrar na Europa, uma medida considerada fundamental pelo governo turco.

Em declarações às agências internacionais, o embaixador da UE em Ankara, Marc Pierini, manifestou-se menos pessimista. «O mais provável é que a UE e a Turquia, que têm preocupações mais importantes do que a liberalização dos vistos, continuem na aplicação de aspetos essenciais do seu acordo», com a parte financeira, para melhorar as condições de acolhimento dos refugiados sírios em território turco.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.