+ infoAcontecer
Portugal
500 anos da diocese
«Igreja é também iluminadora de mentalidades»
Texto Francisco Pedro | 17/09/2014 | 17:19
Congresso internacional comemorativo dos 500 anos da diocese do Funchal, para além do carácter religioso, pretende também gerar dinâmicas económicas e criadoras de emprego, disse o bispo diocesano, na abertura do encontro
imagem
O congresso internacional comemorativo dos 500 anos da diocese do Funchal, iniciado esta quarta-feira, 17 de setembro, é muito mais do que um encontro de carácter religioso, pois pretende «gerar novas dinâmicas e ofertas de âmbito cultural, melhorar a competitividade do turismo regional, suscitar projetos inovadores e consequente oferta de emprego», afirmou o bispo diocesano, na sessão inaugural.

Segundo António Carrilho, citado pela agência Lusa, «a Igreja, no quadro da sua circunscrição jurídico-canónica, chamada diocese, é também moderadora de cultura, iluminadora de mentalidades e definidora de mundividências». Como tal, deve manter a ação interventiva «nos mais diversos domínios», que desenvolveu ao longo dos séculos.

O patriarca de Lisboa e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa também marcou presença na sessão de abertura do congresso, que tem a duração de quatro dias e conta com cerca de mil participantes. Para Manuel Clemente, este tipo de encontros permitem às «instituições que já têm consistência de história feita», oferecer as respostas requeridas pela comunidade para «poderem garantir um futuro que seja mais capaz de corresponder aquilo que cada pessoa humana transporta de sonho e legítima ambição».
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.