+ infoAcontecer
Fátima
Peregrinação internacional aniversária
Fátima reza pela unidade da família
Texto Francisco Pedro | 13/05/2014 | 12:03
Patriarca latino de Jerusalém recorda realização do Sínodo dos Bispos, convocado pelo Papa Francisco, e pede aos peregrinos que rezem pela unidade da família, para que seja base e fundamento da sociedade

Os cerca de 150 mil peregrinos que assistiram às celebrações da 97ª peregrinação internacional aniversária, no Santuário de Fátima, foram desafiados esta terça-feira, 13 de maio a pensar mais «na unidade da família», não só na família internacional e eclesial, mas sobretudo na «família humana».

«Devemos pensar na unidade da família», em particular naquela «que o Criador instituiu para que seja base e fundamento da sociedade. A família baseada no matrimónio indissolúvel entre um homem e uma mulher, família criada para ser fonte de amor mútuo e generosa fecundidade», apelou o patriarca latino de Jerusalém, Fouad Twal, na homilia da missa principal da peregrinação.

Recordando a visita do Papa Francisco à Terra Santa, em finais de maio, o patriarca referiu que ainda há muitos muros que separam as famílias, paróquias e terrenos, mas «piores do que os muros de betão são os muros do coração do homem: as injustiças arreigadas; o ódio racial e religioso; a ambição e o egoísmo feito lei; a desconfiança, a força bruta e a arrogância”.

Em relação à mensagem de Fátima, Fouad Rwal classificou-a como «um mistério de amor, inocência e de santidade». «Faz-nos bem vir a Fátima. Recorda-nos, entre outras coisas, que quando Deus opera, escolhe gente simples, lugares simples, linguagem simples. São muito atuais os apelos de Maria. E o mundo, em perigo de perdição, não encontrará paz e graça se não se esforçar por colocar em prática o que a Virgem Maria pediu aqui», sublinhou.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.