+ infoAcontecer
Mundo
Dia Mundial da Alimentação
Reduzir a fome a metade ainda é possível
Texto Miguel Marujo | Foto Ana Paula | 16/10/2012 | 11:03
As metas para reduzir para metade o número de pessoas que passam fome em todo o mundo ainda pode ser alcançado se os países intensificarem os seus esforços para a diminuírem
imagem
O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), José Graziano da Silva, declarou que foram feitos «progressos importantes» na diminuição de 132 milhões de pessoas com fome desde 1990.

Falando na sessão de abertura do Comité de Segurança Alimentar Mundial, em Roma, Graziano da Silva acrescentou que a proporção de pessoas com fome no mundo em desenvolvimento também caiu no mundo em desenvolvimento de 23,2 por cento para 14,9 por cento durante o mesmo período.

Criado em 1974 e reportando ao Conselho Económico e Social (ECOSOC), este comité – um organismo intergovernamental –, serve como fórum para análise e acompanhamento de políticas de segurança alimentar.

Agora funciona como plataforma líder mundial dos debates sobre segurança alimentar e é aberto à participação da sociedade civil, ao setor privado e às organizações internacionais e regionais envolvidas nestes temas.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.