+ infoAcontecer
Portugal
Braga
Diocese organizada em duas regiões
Texto Lucília Oliveira | Foto DR | 28/12/2011 | 11:37
Arquidiocese de Braga será dividida em duas regiões territoriais, a partir de 1 de Janeiro de 2012
imagem
A reorganização territorial foi oficializada num documento com data de 5 de Dezembro e visa «tornar mais rentável e mais próximo das paróquias» o trabalho pastoral. Cada região ficará confiada a um bispo auxiliar. Sabe-se já que o bispo auxiliar Manuel Linda ficará responsável pela Região Sul. Actualmente o primaz de Braga tem apenas um prelado auxiliar aguardando «a todo o momento» pela nomeação de um novo bispo que venha ocupar o lugar deixado vago com a nomeação de António Couto para bispo de Lamego.

Jorge Ortiga adiantou ao Correio do Minho que a divisão em duas regiões pastorais é a melhor forma de tornar «mais visível» a presença dos prelados auxiliares. «Essencialmente, o arcebispo e os bispos são de toda a arquidiocese. Na verdade só há um bispo, mas para uma melhor facilidade de serviço e distribuição de tarefas, a divisão facilita», salienta D. Jorge Ortiga.

 

A divisão que agora entra em vigor, inclui em cada região, paróquias do interior, do centro e do litoral da arquidiocese. Cada prelado terá «uma visão sociológica de toda a arquidiocese». No documento de reorganização territorial, Jorge Ortiga salienta que «a comunhão existente entre o arcebispo e os bispos auxiliares não permitirá uma simples atribuição de exclusividade de competências».

 

A Região do Norte ficará constituída por 298 paróquias pertencentes ao Arciprestado de Braga (63), Barcelos (89), Esposende (15), Vila Verde (57), Amares (24), Terras de Bouro (19) e Vieira do Minho (22). A Região do Sul por 262 paróquias dos Arciprestados de Guimarães e Vizela (78), Vila Nova de Famalicão (53), Vila do Conde/Póvoa de Varzim (25), Fafe (37), Póvoa de Lanhoso (31), Celorico de Basto (21) e Cabeceiras de Basto (17). 

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.