+ infoAcontecer
Portugal
Dar a duplicar
1.058 Presentes solidários dados
Foto DR | 09/12/2011 | 21:14
A campanha «Presentes solidários» já angariou 1.058 ofertas, um mês depois de ter sido lançada
imagem
O presente mais oferecido foi a maleta de medicamentos, com 292 aquisições. Com esta oferta está a apoiar crianças órfãs e vulneráveis, além de mulheres grávidas em 25 centros de recuperação nutricional distribuídos por todo o país e nas Casas de Mães de Bafatá e Gabú. Este projecto é implementado no terreno pela Cáritas.

 

Em segundo lugar do top segue-se o material escolar para o Sudão do Sul, um projecto implementado no terreno pelos missionários Combonianos. Este material escolar vai servir para apoiar a escola primária – Daniel Comboni Primary School onde actualmente estudam 240 crianças de Taly Payam, Sudão do Sul, que não tinham acesso à escola.

 

Em terceiro lugar aparece o presente «Livros para a biblioteca» para oferecer acesso ao conhecimento a 300 jovens de Quissico, em Moçambique. Um presente que será implementado em parceria com a missão a cargo dos padres Palotinos (Sociedade do Apostolado Católico) e apoia a população local através de diferentes iniciativas.

 

Com menor número de ofertas, 17, encontra-se a vaca. Este é também o presente solidário mais dispendioso da lista de dez, custa 225 euros. «Faça uma vaquinha para dar uma vaca à tribo Mundari no Sudão do Sul», é o desafio. O projecto será implementado no terreno pelos missionários Combonianos.

 

Logo a seguir encontra-se a bolsa de voluntariado, com 40 aquisições. Este presente vai ajudar quem se prepara para partir em missão, sendo que o valor da oferta se destina à aquisição de manuais e material didáctico para a formação. Segue-se a formação musical, com 49 presentes, para Cabo Verde, um projecto que visa fundos para aquisição de instrumentos musicais e materiais didácticos que apoiem a formação musical de crianças.

 

Foram ainda dadas 87 manilhas de água, 81 caixas de costura, 80 kits saúde e natureza, 70 refeições para criança. Os dados referem-se a 9 de Dezembro. Embora só tenha sido apresentada, oficialmente, a 6 de Dezembro, a campanha foi lançada a 2 de Novembro. Até 6 de Janeiro de 2012 pode oferecer presentes de Natal a quem mais gosta e ajudar quem mais precisa, num dos países de expressão oficial portuguesa. Esta campanha conta com um padrinho por presente, uma figura pública. 

notícias relacionadas
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.